Porquê participar?

As equipas e organizações são cada vez mais solicitadas a colaborar à distância na medida em que a inter-conectividade atual permite realizar conversas, reuniões, cursos e outros processos pela via digital, originando:

1. Poupança de recursos preciosos ao planeta, às organizações e às pessoas;

2. Encurtar de distâncias geográficas; 

3. Inclusão de pessoas e estabelecimento de parcerias independentemente da sua localização mais periférica.

A Facilitação Online oferece enormes possibilidades para impulsionar a colaboração, bem como desafios específicos que exigem novas competências. Para ajudar a superar estes desafios e aproveitar estas potencialidades, este curso fornece os fundamentos e um conjunto de abordagens práticas que realmente funcionam e garantem ganhos imediatos extraordinários.

Este curso é fundamental para profissionais que lideram equipas em empresas e instituições e/ou trabalham em ambientes multi-stakeholders, consultores, facilitadores, educadores, líderes de associações e outras organizações da sociedade civil, que desejam elevar o seu trabalho colaborativo a um nível superior de eficácia e eficiência, mantendo qualidades humanas de conexão e relacionamentos profissionais saudáveis.

O que oferecemos?

  • Tecnologia

    Introdução às tecnologias que permitem poupar recursos, encurtar distâncias e fomentar a colaboração ágil, integrada e criativa necessária para co-criar e desenhar iniciativas e projetos com impacto.

  • Prática

    Através de sessões online participativas, iremos experimentar as tecnologias e os métodos colaborativos que permitem realizar conversas online relevantes e que estimulam a conexão.

  • Facilitação

    Ao longo das 4 sessões online iremos introduzir metodologias e métodos que promovem escuta e diálogo geradores, fomentam a criatividade e a inovação, estimulam a sabedoria coletiva e asseguram a colheita de resultados de uma forma colaborativa e imediata.

A quem serve este curso?

Este curso é para si se tem interesse em:

  • Conhecer os fundamentos e práticas para trabalho colaborativo à distância

  • Conduzir reuniões, eventos e outros processos colaborativos online com maior eficiência e eficácia

  • Transformar processos colaborativos online em momentos envolventes que estimulam a conexão e relacionamentos profissionais de proximidade

  • Desenvolver as competências necessárias de facilitação online

  • Contactar com diversas abordagens e métodos que suportam e enriquecem os processos colaborativos online

  • Explorar ferramentas que permitem colher resultados que suportam a colaboração online

DATAS: 

28 de Janeiro; 4, 11 e 18 de Fevereiro,

HORÁRIOS: 

12:30 - 15:30 (São Paulo - Brasil)

13:30 - 16:30 (Cabo Verde) 

14:30 - 17:30 (Lisboa - Portugal, Guiné Bissau) 

15:30 - 18:30 (Luanda - Angola, São Tomé e Príncipe, Espanha) 

16:30 - 19:30 (Maputo - Moçambique)

Prático porque iremos passar pela experiência de facilitação online experimentando ferramentas e práticas específicas que sustentam a colaboração online com impacto.

Visionário porque iremos explorar novas possibilidades e aumentar o nosso potencial de conexão e colaboração através de meios digitais. 

Com este curso, irá aprender os fundamentos conceptuais e práticos e algumas abordagens e métodos para facilitar a colaboração por meio digital. 

Iremos usar uma variedade de formatos participativos - não apenas como métodos, mas como abordagens fundamentais de envolvimento coletivo.

Vamos familiarizarmo-nos com a tecnologia de interação online e explorar como promover a presença e conexão necessárias para aceder à sabedoria coletiva - como a postura básica a partir da qual facilitamos.

Sessão 1 - Convite à presença

Como convidar um colectivo a estar presente

Ferramentas práticas para usar em qualquer contexto

Sessão 2 - Anfitriar uma nova cultura de tecnologia

A tecnologia ao serviço das pessoas e das organizações, da inovação e de melhores respostas aos desafios atuais

Aceder à sabedoria dos lugares e do planeta 

Sessão 3 - Desenhar para prática participativa online

Como planear sessões colaborativas: elementos para desenho participativo tais como world café, open space technology, circle way, proaction café...

Sessão 4 -  Dançar com a tecnologia 

Como preparar antecipadamente.

Como montar processos online com o zoom (grande grupo e trabalho em pequenos grupos), com grupos de facebook, parte tecnológica).

Facilitadores

  • Nuno Da Silva

    Nuno Da Silva

    Facilitador

    Um Economista "recuperado", Nuno é um explorador de práticas emergentes para abordar contextos complexos, incertos e voláteis. Ele desenha, facilita e ensina abordagens colaborativas, participativas e experienciais para aprender tanto quanto desaprender. Como um explorador de práticas incorporadas para lidar com processos vivos, o seu trabalho é uma intrincada combinação de Prática Reflexiva Social guiada por Allan Kaplan e Sue Davidoff, O Trabalho que Reconecta de Joanna Macy, Ecologia Profunda, Teoria U de Otto Scharmer, Process Work de Arnold e Amy Mindell, Pedagogia do Oprimido por Paulo Freire e Teatro do Oprimido por Augusto Boal, Art of Hosting, Deep Democracy, Sociocracia 3.0, Dragon Dreaming, Cidades em Transição, Permacultura e Regeneração Ecológica e Cultural. Ele desenhou e dirigiu cursos de formação, experiências educativas e processos colaborativos para várias organizações e instituições internacionais, como o Centro Europeu para a Interdependência Global e Solidariedade, a Fundação Ásia Europa, o Fórum Europeu da Juventude, O Fórum Latino-americano de Juventude, o Conselho Nacional de Juventude, entre outros. Trabalhou durante quatro anos com o Banco Mundial e o Ministério da Educação de Timor-Leste em Programas de Educação de Adultos e Ensino Recorrente. Além do seu trabalho como Curador na The Emergence Network, ele é co-criador do RIPPLES of the New eXperiment; membro da Comunidade de Empreendedores Evolucionários "João Sem Medo"; membro fundador da FESCOOP - a primeira cooperativa de finanças éticas em Portugal, formador do hub Português da Rede de Transição e colaborador da Rede Global de Transição, membro da Bolsa de Formadores da Plataforma Portuguesa de ONGDs e da Bolsa de Formadores do Conselho da Europa e catalisador do grupo Europeu e GLobal da Prática Social Reflexiva da Proteus Initiative . Ele gosta de construir pontes entre idéias, práticas, lugares, pessoas, os centros e as periferias e está a experimentar trabalhar sem uma categoria profissional. Trabalhou em quatro continentes e actualmente vive em Faro, no sul de Portugal, com a sua companheira de vida e os seus filhos gémeos de 3,5 anos. Juntos, eles aspiram a viver em comunidade e fazer parte de experiências regenerativas que nutram os ecossistemas.
  • Allan Sousa

    Allan Sousa

    Facilitador

    Trabalhou vários anos como Engenheiro Civil na área de pontes e estruturas especiais em Portugal, Bélgica e Holanda.Em 2008 iniciou a sua jornada de transição interior e percebeu podia ser co-criador da sua própria realidade e construir um percurso autêntico. Acredita que todos podemos impactar o mundo quando temos a coragem de operar interiormente com honestidade, sentido e propósito. Desde 2008 que começou a aprender, a praticar e a facilitar processos de desenvolvimento humano (coaching, yoga, reiki, meditação mindfulness, comunicação não violenta, breathwork e muitas outras). Descobriu que este processos individuais são cruciais mas que não são suficientes para uma mudança de paradigma social que acredita ser essencial fazer nos dias de hoje. Hoje está convencido que precisamos de co-criar uma Liderança Mais Consciente que sabe facilitar abordagens colectivas para acelerar os nossos processos individuais e aprender a colaborar verdadeiramente.Explora várias práticas reflexivas/colaborativas como prática Reflexiva Social guiada por Allan Kaplan e Sue Davidoff, o Trabalho que Reconecta de Joanna Macy, Teoria U de Otto Scharmer, Art of Hosting e outras. Hoje d